Poder Legislativo atua na identificação de riscos de alagamentos urbanos

por Imprensa publicado 23/05/2024 17h35, última modificação 23/05/2024 18h01
Comissão formada para acompanhar a execução do Plano de Drenagem vem ouvindo moradores e realizando visitas para compreender a realidade das comunidades
Poder Legislativo atua na identificação de riscos de alagamentos urbanos

Defesa Civil atendendo alagamento em Guarapuava, em 2022. Foto: Secom | Prefeitura de Guarapuava

A Comissão de Assuntos Relevantes formada para acompanhar a execução do Plano de Drenagem de Guarapuava segue realizando seus trabalhos. Desde a sua formação, em março, já foram 8 agendas realizadas, entre reuniões e visitas a pontos de interesse.

Os trabalhos continuaram na última semana, com uma visita a um dos pontos críticos de inundações em Guarapuava. Na última terça-feira, 21/05, os vereadores membros e suas assessorias estiveram na ocupação do Jardim das Américas. O local é mencionado no Plano de Drenagem e, atualmente, é uma das áreas do Município que mais sofre com inundações, especialmente por conta do Rio Cascavelzinho. 

A ideia foi ir até a comunidade para dialogar com os moradores, saber as benfeitorias que foram realizadas e verificar o que  precisa ser feito. A próxima reunião está agendada para o dia 28 de maio de 2024, após a sessão ordinária. A Comissão analisará novos pedidos de visitas de áreas que sofrem com inundações. 


Comissão conversa com moradores da comunidade afetada por alagamentos.

Comissão conversa com moradores da comunidade afetada por alagamentos.


Relatório está em estágio avançado


Além de ouvir pesquisadores especialistas no tema, que foi a primeira etapa dos trabalhos, e realizar as visitas in loco, a Comissão de Assuntos Relevantes vêm se debruçando sobre a documentação já estabelecida a respeito do Plano de Drenagem, como Plano Diretor, mapas e legislações complementares.

Uma reunião com técnicos da SURG também aconteceu. O objetivo foi entender os avanços e dificuldades na implementação do Plano Municipal de Drenagem. Além disso, o grupo vai solicitar documentos para a Secretaria de Planejamento e Urbanismo.

Todas essas etapas servirão de subsídio para criação do Relatório Final. O material está em estágio avançado de produção e a expectativa da Comissão é que seja entregue antes do prazo final de 180 dias, que iria até setembro.


Sugestões para enfrentar alagamentos


O texto vai sugerir uma série de medidas não só voltadas ao Plano Municipal de Drenagem, mas de ações que possam ser realizadas para diminuir os impactos das chuvas. Outro objetivo é incluir estratégias de adaptação, visto que chuvas intensas são uma realidade cada vez mais frequente. 

Para o Relatório Final a Comissão deverá sistematizar e disponibilizar as informações levantadas, garantindo o acesso a todos os interessados.

Fazem parte da Comissão as vereadoras Cris Wainer (PT), Professora Terezinha (PT), Profª Bia (PV) e os vereadores Profº Saulo (Novo) e Marcio Carneiro (Cidadania).

error while rendering plone.comments