Você está aqui: Página Inicial / Imprensa / Notícias / Câmara arrecada uma tonelada de alimentos para Rede Solidária de Combate à Fome

Câmara arrecada uma tonelada de alimentos para Rede Solidária de Combate à Fome

por Cristina Imprensa publicado 01/06/2021 18h35, última modificação 01/06/2021 18h37
As cestas básicas foram arrecadadas entre os gabinetes, envolvendo Vereadores e assessores, a convite do Presidente, João Napoleão

O Poder Legislativo de Guarapuava entregou hoje, 1º de junho, cerca de uma tonelada de alimentos à Rede Solidária de Combate à Fome. Os produtos, em forma de cestas básicas, foram arrecadados internamente entre os gabinetes parlamentares, envolvendo Vereadores e assessores, a convite do Presidente, Vereador João Napoleão.

“É importante estarmos presentes neste momento de agonia para as pessoas que estão passando por necessidades, e a Câmara se sente honrada por poder dar a sua contribuição. Como cristãos, é realmente um ato de solidariedade dividir o alimento e doar um pouco daquilo que temos com quem está sem emprego, sem renda e não tem o que comer. Agradecemos o convite e a oportunidade de participar desta rede”, disse.

A quantia foi entregue a representantes do Shopping Cidade dos Lagos e do programa Mesa Brasil, do SESC, que são algumas das entidades responsáveis pelas arrecadações nesta etapa dos meses de maio e junho.

A Rede Solidária está arrecadando alimentos para pessoas em situações de pobreza, extrema pobreza e baixa renda no município. Diversas entidades integram a ação, que está dividida por etapas de arrecadação a cada dois meses e deve durar até o fim do ano com o objetivo de ajudar cidadãos que estão passando necessidades.

Como consequências da pandemia de covid-19, que ainda perdura, o número de desempregos e de cidadãos em situação de vulnerabilidade social só vem aumentando. São 5.061 famílias vivendo com uma renda mensal per capita de até R$ 89,00; 3.300 famílias com renda mensal per capita de até R$ 178,00 e 7.900 famílias sobrevivendo com uma renda mensal per capita de até meio salário mínimo.

“Que possamos motivar empresários e todos aqueles que puderem a dar a sua contribuição, pois é de grande valia. Precisamos continuar unidos para que possamos passar por tudo isso”, ponderou o Presidente.